Olá, esse é um conteúdo exclusivo destinado aos nossos assinantes
Para continuar tendo acesso a todos os nossos conteúdos, escolha um dos nossos planos e assine!
Redação
de R$ 47,60
R$
21
,90
Mensais
Notícias abertas CanalEnergia
Newsletter Volts
Notícias fechadas CanalEnergia
Podcast CanalEnergia
Reportagens especiais
Artigos de especialistas
+ Acesso a 5 conteúdos exclusivos do plano PROFISSIONAL por mês
Profissional
R$
82
,70
Mensais
Acesso ILIMITADO a todo conteúdo do CANALENERGIA
Jornalismo, serviço e monitoramento de informações para profissionais exigentes!

A Enel SP realizou no último mês mais de 20 mil inspeções de fraude na região Metropolitana de São Paulo. As vistorias resultaram na localização de 7.087 fraudes somente no mês de setembro. A energia furtada, da ordem de 16 GWh, seria suficiente para alimentar uma cidade de 350 mil habitantes por um mês.

A distribuidora informou que a operação contou com um reforço importante no combate às fraudes de energia: a 3ª Delegacia de Polícia de Investigações Sobre Crimes Patrimoniais contra Órgãos e Serviços Públicos, ligada ao DEIC. A proximidade com compartilhamento de dados e inteligência resultaram em 38 prisões somente no mês passado, representando um aumento de 350% se comparado com a média do primeiro trimestre.

Todos os meses, além das operações convencionais, a Enel realiza operações noturnas com o objetivo de inspecionar locais que funcionam apenas no período da noite. Em setembro, essas operações focaram esforços nas cidades de Mauá, Ribeirão Pires, Osasco, além dos bairros de Guainazes, Vila Matilde e São Miguel Paulista. As fraudes identificadas atestam que o furto de energia não está somente nas residências e comunidades, mas é comumente encontrado também em estabelecimentos comerciais.

A companhia destacou que para conscientizar a população sobre o perigo do furto de energia, realiza, além dos operativos, diversos projetos sociais em comunidades, com ações educativas e serviços para a população. Com isso, consegue envolver a comunidade e gerar conscientização sobre os perigos e riscos das fraudes e furtos de energia.