Olá, esse é um conteúdo exclusivo destinado aos nossos assinantes
Para continuar tendo acesso a todos os nossos conteúdos, escolha um dos nossos planos e assine!
Redação
de R$ 47,60
R$
21
,90
Mensais
Notícias abertas CanalEnergia
Newsletter Volts
Notícias fechadas CanalEnergia
Podcast CanalEnergia
Reportagens especiais
Artigos de especialistas
+ Acesso a 5 conteúdos exclusivos do plano PROFISSIONAL por mês
Profissional
R$
82
,70
Mensais
Acesso ILIMITADO a todo conteúdo do CANALENERGIA
Jornalismo, serviço e monitoramento de informações para profissionais exigentes!

A CTG Brasil realiza na próxima quinta-feira, dia 8 de fevereiro, a primeira fase de testes sonoros nas torres de sirenes instaladas nas áreas logo abaixo das barragens das Pequenas Centrais Hidrelétricas (PCH) Retiro e Palmeiras, em mais uma importante etapa do processo de implantação do Plano de Ação de Emergência (PAE) da barragem.

Segundo a companhia, neste primeiro momento, os testes terão como principais objetivos avaliar o alcance sonoro das cornetas em sua potência máxima e a comunicação entre as torres e a sala de comando da usina, onde está instalado o sistema de supervisão e acionamento do PAE. Na PCH Palmeiras haverá a participação das Defesas Civis de São Joaquim da Barra e Guará, enquanto na PCH Retiro, além destes dois municípios, também haverá participação da Defesa Civil de Ipuã.

A CTG Brasil destacou que os testes serão fundamentais para avaliar o desempenho e extensão do alerta pelas torres de sirenes na Zona de Autossalvamento (ZAS) da barragem. A companhia espera que, com o sistema em sua capacidade máxima, as mensagens de alerta possam ser compreendidas pela população que vive na ZAS.

Zona de Autossalvamento, ou apenas ZAS, é o nome dado para a área de impacto imediato, em caso de emergência, localizada logo abaixo da barragem. Neste caso, as torres de sirenes têm o papel de alertar, por meio da emissão de sinal sonoro, a população que vive nessas áreas a se dirigir até o ponto de segurança mais próximo, utilizando as rotas de evacuação já sinalizadas.

Os testes sonoros do dia 8 de fevereiro ocorrerão das 8h às 11h na PCH Retiro e das 14h às 17h na PCH Palmeiras. Durante a ação, serão testados 4 tipos de mensagens e as torres de sirenes serão acionadas pelas salas de comando das PCHs, onde está instalado o sistema de supervisão e acionamento do PAE. Enquanto isso, equipes da CTG Brasil e Defesas Civis municipais estarão posicionadas em diferentes pontos da ZAS para coletar dados como pressão sonora e compreensão das mensagens de alerta.