A Itaipu Binacional vai ceder o transporte para voluntários de Foz do Iguaçu e região que desejam apoiar as vítimas das chuvas que atingem o Rio Grande do Sul. O ônibus com 44 lugares parte nesta segunda-feira, 13 de maio, por volta das 18h, do Gramadão da Vila A.

Os voluntários ficarão cinco dias no Estado, na região metropolitana de Porto Alegre, prestando apoio médico, realizando operações de busca e resgate, acolhimento, urgência e emergência. A comitiva terá a participação de bombeiros civis, estudantes e profissionais de saúde da região. A Binacional também está dando suporte às equipes do Núcleo Especial de Polícia Marítima (Nepom), da Polícia Federal de Foz do Iguaçu e de Guaíra, que estão se deslocando para contribuir nas buscas e resgates.

A equipe de Corpo de Bombeiros da Itaipu chegou ao Rio Grande do Sul no último dia 4 e ficou seis dias no Estado, atuando no resgate de vítimas. Foram enviados oito bombeiros do quadro da Itaipu, viaturas, quatro embarcações, uma moto aquática e materiais de resgate, como cordas e coletes salva-vidas.

A Cemig também intensificou seu apoio nas ações realizadas para colaborar com a recuperação do Rio Grande do Sul. A companhia está enviando unidades móveis de geração de energia e veículos especiais para apoiar a CEEE Equatorial, empresa que atende à região metropolitana de Porto Alegre. Ao todo, serão cinco modernos geradores e cinco quadriciclos do tipo UTV, além de técnicos e engenheiros que vão reforçar os recursos mobilizados pela distribuidora local. Na semana passada, a companhia já havia disponibilizado um helicóptero para apoio na recuperação do sistema elétrico do estado do Sul, que continua atuando por lá.

Com potência de 500KVA cada, os cinco geradores poderão abastecer cerca de 2.500 residências de médio porte. Já os quadriciclos fora-de-estrada do tipo UTV (sigla em inglês para Utility Vehicle Task), são ideais para utilização em locais onde não é possível transitar com o veículo normal ou 4 x 4, principalmente no período chuvoso, facilitando o serviço das equipes de campo e reduzindo o tempo de atendimento das manutenções emergenciais. Além de levar os colaboradores em áreas de difícil acesso, os UTV também vão contribuir para o transporte de equipamentos e materiais.

Além disso, os técnicos e engenheiros da Cemig que fazem parte da comitiva vão atuar junto às equipes da Equatorial Energia na instrução de como instalar e operar os equipamentos. No dia 3 de maio um helicóptero da Cemig partiu de Minas Gerais para auxiliar a distribuidora RGE. Além do piloto, foi enviado também um técnico de manutenção de aeronaves. O transporte aéreo vai permanecer na região por tempo indeterminado e está realizando vários sobrevoos transportando técnicos locais e equipamentos, conforme a necessidade da distribuidora do Rio Grande do Sul. Já foram realizadas, até o momento, pela aeronave da Cemig, 34 horas de voo e inspecionados cerca de 200 km de rede elétrica no RS.