Buscando adotar práticas sustentáveis, a Uliving se uniu à Comerc Energia com o objetivo de realizar a migração das suas principais moradias universitárias para o Mercado Livre de Energia. Com o movimento, a companhia já deixou de emitir 60 toneladas de carbono na atmosfera, o equivalente à capacidade de absorção de CO2 de 418 árvores.

A parceria teve início em 2022 e atualmente abastece 100% do consumo das unidades Paulista, Jardins, Pinheiros, Santos e Rio de Janeiro. Desde então, a organização registrou, somente entre agosto de 2023 e janeiro de 2024, uma economia de R$ 104 mil em relação aos custos que teria fora do Ambiente de Contratação Livre (ACL).

Com planos de acrescentar pelo menos mais uma moradia ao acordo ainda este ano, a previsão é de que a redução desse gasto chegue a R$ 14 mil (ou 11%) por mês e R$ 16 mil (ou 13%) conforme todas as etapas de transição forem concluídas.