Alexandre Moana é o novo presidente da Abesco

Mestre em engenharia da energia pela Universidade Federal de Itajubá, executivo tem mais de 18 anos de experiência no setor de eficiência energética

O engenheiro Alexandre Sedlacek Moana, 44 anos, é o novo presidente da Associação Brasileira das Empresas de Serviços de Conservação de Energia para o biênio 2016-2017. Mestre em engenharia da energia pela Universidade Federal de Itajubá (MG), Moana tem mais de 18 anos de experiência no setor de eficiência energética. Foi vencedor do Prêmio Procel do Ministério de Minas e Energia e ainda é detentor de patentes de equipamentos para eficiência energética.
 
Dentre os principais objetivos do profissional durante o mandato, está a expansão e a promoção da Abesco em todo o território nacional com a criação de Grupos de Trabalho Regionais, além de intensificar atividades voltadas para beneficiar o controle das mudanças climáticas firmando parcerias com fornecedores, entidades governamentais e organizações mundiais e nacionais que defendam tais práticas.
 
“A verdade é que eficiência energética tem ganhado cada vez mais importância e destaque para o desenvolvimento da sociedade como um todo. Por isso, daremos continuidade às ações realizadas até aqui e buscaremos ampliar a atuação institucional junto ao Governo, empresas, instituições e a sociedade em geral com o objetivo de promover a eficiência energética como meta da política energética nacional, defendendo metas arrojadas e que incentivem as empresas e os negócios a promoverem continuamente as melhores práticas do uso eficiente”, afirma Moana.
 
“O Alexandre Moana tem um extenso histórico de atuação e engajamento no setor energético e está totalmente preparado para expandir a visibilidade do tema junto a todos os setores da sociedade”, afirma Rodrigo Aguiar, ex-presidente. A nova diretoria é composta por Rodrigo Aguiar que deixa a presidência para assumir a função de diretor Financeiro; Marcelo Sigoli, que antes atuava como diretor Financeiro, é o novo diretor Técnico; Cyro Boccuzzi no cargo de presidente do Conselho Consultivo; José Starosta como Presidente do Conselho Fiscal e Bruno Leite que mantém o cargo de Assessor Executivo na entidade.