Belo Monte entrará em operação ainda este ano, diz Ibama

Norte Energia já protocolou nova documentação sobre as obras questionadas pelo órgão de licenciamento federal

O início da operação da hidrelétrica Belo Monte deverá ocorre ainda este ano, disse nesta quinta-feira, 29 de outubro, o diretor de licenciamento ambiental do Ibama, Thomaz Miazaki de Toledo. A autorização será possível assim que a Norte Energia, empresa responsável pelo empreendimento, concluir as obras pendentes do licenciamento. 

Toledo informou que os itens pendentes não são de difícil conclusão e acredita que a Norte Energia conseguirá completar o processo em 2015. "Acho difícil a licença de operação não ser emitida esse ano", disse em entrevista à Agência CanalEnergia, após participar do XXI Simpósio Jurídico da ABCE, em São Paulo.

A operação de Belo Monte estava planejada para 15 de setembro, mas a empresa não conseguiu concluir em tempo 12 condicionantes do Projeto Básico Ambiental. "Vou dar um exemplo claro, o reassentamento rural coletivo do km 27.  São 28 famílias que serão reassentadas e não estava pronto. O reassentamento estava previsto para o final de agosto", detalhou Toledo.

O diretor do Ibama explicou, porém, que o parecer do órgão foi realizado com base em informações protocoladas em junho e, portanto, muitas das pendências podem estar concluídas ou em estágio avançado. "Há um atraso entre a Norte Energia fechar o relatório, protocolar e o tempo de análise do Ibama", esclareceu.

"A Norte Energia protocolou dois pacotes de informações adicionais, sustentando que ela avançou, mas no primeiro pacote ainda tinha algumas expressões em gerúndio. O Ibama pediu a conclusão dessas medidas. Uma vez concluídas, o projeto estará apto a receber a licença de operação", revelou Toledo. A usina de Belo Monte deveria entrar em operação no início desde ano. A hidrelétrica está localizada no Rio Xingu, no Pará, e contará com uma potência total de 11.233 MW (4.662 MW de garantia física).