Brasil exporta 605 MW médios para a Argentina

Operação foi feita pela conversora de Garabi II e faz parte de acordo entre operadores dos dois países

O Brasil enviou 605 MW médios para a Argentina na última quarta-feira, 22 de julho. O intercâmbio internacional foi de 99 MW no horário da demanda às 18:46 horas. De acordo com o Operador Nacional do Sistema Elétrico, na operação feita pela conversora de Garabi II, a previsão era de que fossem exportados 660 MW médios. Segundo o ONS, o valor foi inferior ao programado, por solicitação da Argentina, devido à carga ter sido inferior ao valor previsto naquele país.

Desde 2006, existe um acordo que oficializa a operação entre os países. Os intercâmbios de energia entre o Brasil e Argentina ficaram em destaque no início do ano, quando uma restrição na transferência de energia no sistema culminou com a realização de um corte de carga feito a pedido do ONS. No dia seguinte, foi feita uma importação de 165 MW med do país vizinho. O acordo prevê que as importações serão compensadas em acerto entre os operadores dos dois países.