Cesp termina 2019 com lucro de R$ 1,2 bilhão

Ebitda da geradora no ano recuou 4%, ficando em R$ 863 milhões

A Cesp terminou o ano de 2019 com lucro líquido de R$ 1,2 bilhão. O resultado ficou acima do registrado no anterior, de R$ 294,3 milhões. A receita líquida no ano passado recuou 4%, chegando a R$ 1,57 bilhão e o Ebitda teve queda de 12% em 2019, caindo para R$ 863 milhões. No quarto trimestre de 2019, os ganhos chegaram a R$ 1,3 bilhão, ante os  R$ 59,2 milhões do mesmo período anterior. A receita líquida da geradora no trimestre de R$ 432,8 milhões mostra crescimento de  6%, enquanto o Ebitda no período chegou a R$ 471,5 milhões, um aumento de 100%.

De acordo com a empresa, as iniciativas operacionais executadas ao longo de 2019 em consonância com fatores não operacionais como reversões de provisões para litígios e de impairment fizeram com que ela chegasse nesse lucro.

Segundo a Cesp, 2019 foi um ano de grandes mudanças na empresa, em que o seu plano de demissão voluntária teve adesão de 351 funcionários, representando 67% das pessoas elegíveis, com custo de R$111 milhões. A Cesp terminou o ano com redução – antes da correção monetária – de R$1,5 bilhão nas contingências passivas totais em relação ao verificado em dezembro de 2018, justificada pela combinação de decisões judiciais favoráveis,  acordos judiciais e uma  revisão do saldo dos casos estratégicos, que foram em parte compensados pela inclusão de novos casos no saldo do contencioso.

O custo de compra de energia caiu 28% em relação ao ano passado. Outros itens que tiveram redução foram a despesa de Pessoal e Administração, que recuou 21% e as despesas com Serviços de Terceiros, Materiais e Aluguéis, cm queda de 23%.

A dívida líquida da empresa encerrou o ano de 2019 em pouco mais de R$ 1 bilhão, o que levou a uma alavancagem de 1,2 vez a relação entre esse valor e o resultado ebitda.