Comercialização de parque Rio do Vento é concluída

Complexo eólico terá mais de 1 GW em potência instalada quando estiver pronto, acordo com Rima Industrial é de 20 MW médios por 15 anos

A Casa dos Ventos concluiu a comercialização de longo prazo de Rio do Vento, complexo eólico localizado no Rio Grande do Norte. O mais recente contrato foi fechado com a Rima Industrial, produtora e comercializadora de ligas à base de silício e magnésio. A modalidade é de autoprodução com duração de 15 anos e um volume de 20 MW médios a partir de 2024.

O contrato com o Grupo Rima foi a última transação envolvendo o Complexo Eólico Rio do Vento, toda a energia reservada para contratos de longo prazo foi negociada. Na primeira fase há potência instalada de 504 MW e a segunda fase com outros 534 MW. Agora a companhia destina o remanescente da energia do empreendimento para ser comercializada em produtos de prazos mais curtos, para atender uma maior variedade de clientes.

Através da parceria com a Casa dos Ventos, a Rima evitará a emissão anual de aproximadamente 80 mil toneladas de CO2 na atmosfera, o equivalente ao plantio de mais de 450 mil árvores. Em comunicado, a Rima destacou ainda que outro fator torna a modalidade da autoprodução atrativa, o econômico. Afinal, classifica que os custos da energia eólica estão cada vez mais competitivos e que sendo sócia fica menos exposta às flutuações comuns do mercado de energia brasileiro.