Aneel atualiza CVUs a diesel de William Arjona

Valor para novembro é de R$ 2.276,74/MWh, somando os custos fixos aos variáveis

A Aneel autorizou a atualização do Custo Variável Unitário da usina termelétrica William Arjona para operação a óleo diesel, homologando os valores R$ 2.158,54/MWh e de R$ 2.276,74/MWh para o CVUs sem e com custos fixos. A revisão vale para o período de 1º a 30 de novembro.

No primeiro caso, há um aumento de 12,2% em relação ao valor vigente de R$1.924,18/MWh. O segundo CVU (com custos fixos) é 11,5% maior que o valor atual, de R$ 2.042,38/MWh, e reflete o acréscimo de 13,2% no preço do combustível comprado pela Delta Geração da Vibra Energia. O valor do diesel passou de R$ 4.541,31/m³ para R$ 5.138,64/m³, de acordo com a geradora.

Uma portaria do Ministério de Minas e Energia permite excepcionalmente a inclusão de custos fixos ao custo variável de termelétricas sem contrato de comercialização, conhecidas como usinas Merchant. A autorização vale até 30 de abril de 2022.

A Aneel pode homologar dois valores de CVU. O primeiro, que soma a parcela fixa à variável, é utilizado enquanto a geração da usina for inferior ao montante declarado, para permitir a recuperação dos custos fixos. O segundo, apenas com os custos variáveis, é adotado quando o montante gerado for maior que o declarado.

Os novos valores serão considerados pelo Operador Nacional do Sistema Elétrico no planejamento e programação da operação, e pela Câmara de Comercialização de Energia Elétrica na contabilização da geração verificada no período. Com 190 MW de capacidade, UTE William Arjona (MS) é movida a gás natural e tem o diesel como combustível secundário .