Sicredi capta R$ 550 mi para crédito a energia solar e eficiência energética

Banco realizou sua primeira emissão de green bonds no exterior, junto ao BID Invest

O banco Sicredi realizou sua primeira emissão de Green Bond no exterior. A operação junto ao BID Invest, membro do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), perfaz US$ 100 milhões (cerca de R$ 550 milhões), com 100% dos recursos destinados ao financiamento de novos projetos de energia fotovoltaica e eficiência energética a partir do final de janeiro.

O processo conta ainda com certificação da consultoria norueguesa Cicero Shades of Green, especializada em títulos verdes e com critérios específicos para a seleção dos projetos a serem financiados. Segundo a empresa, nos quesitos governança e transparência a operação se enquadra na pontuação “Dark Green Shading”. A metodologia expressa o quanto um título verde contribui com a redução dos gases de efeito estufa em três níveis de pontuação: verde claro, verde médio e verde escuro.

A carteira de crédito do Sicredi para financiamento fotovoltaico no Brasil totalizou R$ 4,5 bilhões ao final de 2021, com aumento de 93% em relação ao mesmo período de 2020. Do saldo atingido, R$ 2,4 bilhões foram destinados a associados Pessoa Jurídica (PJ), R$ 1,1 bilhão para Pessoa Física (PF) e R$ 940 milhões para associados do campo (agricultura familiar, médios e grandes produtores). Só nos últimos 12 meses, o volume de crédito concedido pela instituição ultrapassou a marca de R$ 2,5 bilhões no país.