Neoenergia Pernambuco consegue aval para realização de OPA

OPA envolverá 10,35% do total de ações de emissão, entre ações ordinárias e preferenciais classe “A” e “B”

A Neoenergia informou em comunicado ao mercado que o seu Conselho de Administração aprovou o lançamento de oferta pública de aquisição de ações ordinárias e de ações preferenciais Classe “A” e Classe “B” para conversão de registro de emissor Categoria A para Categoria B da Neoenergia Pernambuco. A Ernst & Young foi contratada para a elaboração do laudo de avaliação da Neoenergia Pernambuco

O comunicado diz que a operação será destinada à aquisição de até a totalidade das ações em circulação de emissão da distribuidora pernambucana, que nesta data correspondem a 7.795.191 ações, sendo 280.143 ONs, 7.102.982 PNAs e 342.066 PNBs. Esses papéis representam cerca de 10,35% do total de ações de emissão da Neoenergia Pernambuco objeto da OPA. A oferta será lançada ao preço de R$ 42,02 por ação ON e PNA e R$ 46,22 por PNB, que deverão ser pagos em moeda corrente nacional aos acionistas que aderirem à OPA de Conversão de Registro, nos 3 casos deduzido e ajustado pelo valor de dividendos, juros sobre capital próprio e outros proventos eventualmente declarados pela Neoenergia Pernambuco até a data do leilão da OPA e por eventuais alterações no capital social da Neoenergia Pernambuco. Os outros termos e condições da OPA, incluindo os demais relativos ao preço por ação, estarão descritos no edital da OPA.

De acordo com a Neoenergia, não há intenção de prosseguir com a OPA de Conversão de Registro caso ela seja aceita por titulares de menos de dois terços das ações objeto da oferta, o não seja obtida a aprovação para a conversão de registro da Companhia por titulares de no mínimo, dois terços das Ações Objeto da OPA habilitadas para o leilão.