Olá, esse é um conteúdo exclusivo destinado aos nossos assinantes
Para continuar tendo acesso a todos os nossos conteúdos, escolha um dos nossos planos e assine!
Redação
de R$ 47,60
R$
21
,90
Mensais
Notícias abertas CanalEnergia
Newsletter Volts
Notícias fechadas CanalEnergia
Podcast CanalEnergia
Reportagens especiais
Artigos de especialistas
+ Acesso a 5 conteúdos exclusivos do plano PROFISSIONAL por mês
Profissional
R$
82
,70
Mensais
Acesso ILIMITADO a todo conteúdo do CANALENERGIA
Jornalismo, serviço e monitoramento de informações para profissionais exigentes!

O presidente da República do Paraguai, Santiago Peña, deu posse aos novos membros da diretoria executiva da Itaipu Binacional. O comando da diretoria geral paraguaia ficou com o engenheiro Justo Aricio Zacarías Irún, substituto do embaixador Manuel María Cáceres. O evento foi realizado na sede da empresa em Assunção e contou com a presença do diretor-geral brasileiro, Enio Verri.

O executivo é engenheiro eletricista, formado na Universidade Federal de Santa Maria, no Rio Grande do Sul (Brasil), com pós-graduação em sistemas elétricos. Ele trabalhou na Itaipu por 21 anos, ocupando diferentes cargos: assistente da direção técnica (1997-2002), diretor de coordenação executivo (2002-2003) e diretor administrativo executivo (2003-2008).

Segundo o novo diretor-geral paraguaio, sua gestão terá três grandes objetivos: consolidar a entidade como líder na geração de energia limpa e renovável; fortalecer de maneira eficiente e coordenada os investimentos sociais em prol do desenvolvimento do Paraguai; e colaborar com a renegociação do Anexo C do Tratado de Itaipu, fornecendo todos os insumos necessários para o governo paraguaio. Além da experiência na Itaipu, Zacarías Irún foi deputado nacional pelo Alto Paraná em dois mandatos e exerceu o cargo de governador do Departamento de Alto Paraná (2013-2018).

Durante a cerimônia, também tomaram posse os demais diretores paraguaios: Hugo Osvaldo Zárate Chávez (técnico), Rafael Demetrio Lara Valenzuela (financeiro), Iris Magnolia Mendoza Balmaceda (jurídica executiva), Julio Rodrigo Paredes Duarte (de coordenação executivo) e Justino Oscar Abrahan Caballero (administrativo executivo).

Durante seu discurso, Peña disse que ter à frente da usina um representante do departamento de Alto Paraná, onde fica a hidrelétrica, e que conhecesse a binacional por dentro, “era um anseio antigo”. Ele destacou que é gratificante que alguém da casa ocupe o cargo mais importante da Itaipu e espera que cada vez mais funcionários alcancem cargos de relevância.

O presidente lembrou que o setor de energia corresponde a 10% do Produto Interno Bruto (PIB) do Paraguai e, por isso, há grande expectativa sobre a gestão da binacional. Ele destacou que Itaipu afeta todos os setores do Paraguai.

Para Peña, Itaipu será importante para a transformação de toda a região, não apenas o estado do Paraná e o departamento de Alto Paraná. Ele indicou que se sente muito esperançoso, pois há uma visão comum entre o Paraguai e o Brasil nesse sentido, assim como afirmou o presidente do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva.