Olá, esse é um conteúdo exclusivo destinado aos nossos assinantes
Para continuar tendo acesso a todos os nossos conteúdos, escolha um dos nossos planos e assine!
Redação
de R$ 47,60
R$
21
,90
Mensais
Notícias abertas CanalEnergia
Newsletter Volts
Notícias fechadas CanalEnergia
Podcast CanalEnergia
Reportagens especiais
Artigos de especialistas
+ Acesso a 5 conteúdos exclusivos do plano PROFISSIONAL por mês
Profissional
R$
82
,70
Mensais
Acesso ILIMITADO a todo conteúdo do CANALENERGIA
Jornalismo, serviço e monitoramento de informações para profissionais exigentes!

A proposta de revisão tarifária da Energisa Acre pode levar a um aumento médio na conta de energia dos consumidores do estado de 22,07%. Já a da Energisa Rondônia prevê um efeito médio de 16,18% para todos os clientes da área de concessão da distribuidora.

Os índices são preliminares e ficarão em consulta pública na página da Agência Nacional de Energia Elétrica de 6 de setembro a 20 de outubro, com reuniões públicas presenciais marcadas para 5 de outubro, na cidade de Rio Branco (AC), e 11 de outubro, em Porto Velho (RO). Os resultados finais serão calculados e aprovados posteriormente pela Aneel, para serem aplicados a partir de 13 de dezembro.

As tarifas no Acre pesarão mais para os consumidores em alta tensão, com média de aumento de 27,31%. Na baixa tensão, onde estão pequenos consumidores, o índice médio é de 20,86%, sendo 20,55% especificamente para os residenciais.

Em Rondônia, a alta tensão também terá impacto maior, com efeito médio de 19,64%, ante os 15,23% em média da baixa tensão. Para as residências, o resultado previsto é de 14,36%.