Lucro de estatais soma R$ 85,2 bi entre janeiro e setembro

Resultado é 70% maior que o do mesmo período do ano passado, segundo boletim do Ministério da Economia

Petrobras, Eletrobras, BNDES, Banco do Brasil e Caixa apresentaram aumento de 70% no lucro líquido entre janeiro e setembro de 2019, passando de R$ 50,2 bilhões no mesmo período do ano passado para R$ 85,2 bilhões. Os dados da 12ª edição do Boletim das Estatais Federais foi divulgado pelo Ministério da Economia.

Segundo o boletim, o resultado do terceiro trimestre ultrapassa o registrado em 2018, que totalizou R$ 71,5 bilhões. Juntas, as cinco estatais detêm 96% dos ativos totais das empresas controladas pela União.

A publicação também mostra aumento no repasse de dividendos das empresas federais, que somaram R$ 16,3 bilhões até setembro desse ano, contra R$ 11,6 bilhões de 2018. Já os aportes da União nas empresas, nos primeiros nove meses do ano, foram reduzidos a um terço do valor registrado no ano passado, ficando em R$ 1,5 bilhão, contra R$ 4,5 bilhões.

O documento registra ainda redução de R$ 219,9 bilhões no endividamento das empresas federais entre dezembro de 2015 e setembro de 2019. O resultado é decorrente, principalmente, da redução da dívida da Petrobras.

Até setembro, 14,3 mil empregados foram desligados das estatais. Desse total, 3.500 em consequência de privatizações e o restante como resultado de programas de desligamento voluntário. A redução estimada na folha de pessoal e da ordem de R$ 1,43 bilhão. O número de estatais caiu de 228 em 2016 para 203 em 2019.