Olá, esse é um conteúdo exclusivo destinado aos nossos assinantes
Para continuar tendo acesso a todos os nossos conteúdos, escolha um dos nossos planos e assine!
Redação
de R$ 47,60
R$
21
,90
Mensais
Notícias abertas CanalEnergia
Newsletter Volts
Notícias fechadas CanalEnergia
Podcast CanalEnergia
Reportagens especiais
Artigos de especialistas
+ Acesso a 5 conteúdos exclusivos do plano PROFISSIONAL por mês
Profissional
R$
82
,70
Mensais
Acesso ILIMITADO a todo conteúdo do CANALENERGIA
Jornalismo, serviço e monitoramento de informações para profissionais exigentes!

O Programa Rede Elétrica Inteligente da Copel está chegando a Ponta Grossa, nos Campos Gerais. A partir de 15 de agosto, cerca de 40 equipes de profissionais visitarão residências e estabelecimentos comerciais para fazer a troca dos equipamentos, em um ritmo que deve chegar a 800 unidades consumidoras por dia.

Por ser o maior município até o momento a receber o Programa Rede Elétrica Inteligente, Ponta Grossa traz desafios que vão desde a geografia da cidade até características locais da rede elétrica.

A previsão, segundo a companhia, é de que no município serão trocados mais de 150 mil medidores, em uma operação que exige bastante apoio da população. A substituição dos medidores convencionais para os medidores inteligentes é feita sem custo ao consumidor por eletricistas uniformizados e identificados pelo crachá da empresa contratada Eleng. O tempo médio para executar o serviço é de uma hora.

Com a nova tecnologia, os casos de desligamentos ou falhas na rede serão detectados com mais agilidade, fazendo com que o restabelecimento da energia ocorra mais rápido. O novo sistema também permite que a leitura de consumo seja remota, o que facilita o controle de toda a rede elétrica, desde a subestação até o consumidor final. Com a rede elétrica inteligente, o consumidor passa a ter autonomia para monitorar o seu uso de energia por meio do aplicativo da Copel para celular.