A Neoenergia está lançando o Potencialize, programa para impulsionar o crescimento e a carreira de pessoas negras. A iniciativa, de acordo com a companhia, começa na área de concessão da Neoenergia Coelba, na Bahia, visto que a distribuidora tem em seu quadro funcional 80% de profissionais negros, mas apenas 30% deles em cargos de gerência. O foco do projeto é superar essa distorção e promover a ascensão profissional e social desses colaboradores.

Diferente de outras iniciativas para diversidade racial no mercado de trabalho, que buscam candidatos em seleções externas, a Neoenergia voltou-se para os colaboradores que já estão na companhia e são maioria apenas nos cargos iniciais. Com o Potencialize, a Neoenergia busca contribuir para a mudança neste cenário e, dentro da empresa, ampliar em 40% a presença de profissionais negros em cargos executivos nos próximos anos.

Na ação, a Neoenergia estabeleceu critérios de seleção simples e abrangentes, cujos pré-requisitos eram o colaborador estar na empresa e na função atual há no mínimo 12 meses, boa avaliação de desempenho e ter o ensino superior completo. Essa foi uma estratégia para superar dificuldades estruturais que pessoas negras enfrentam durante sua formação profissional. A seleção foi concluída com 15 candidatos aprovados para o programa, sendo nove mulheres e seis homens, que iniciam a formação no mês de maio. Serão sete meses de preparação com especialistas externos e internos.

Durante o programa, os selecionados passarão por cursos de gestão de pessoas, negócios, processos e projetos, além da preparação em outros idiomas como inglês. Em todo o processo, os profissionais terão o apoio psicológico de uma consultoria externa especialista em inclusão e diversidade. Entre os propósitos do suporte psicológico estão fortalecer a autoestima e identidade, além de garantir suporte emocional para que possam lidar com as dificuldades impostas pelo racismo estrutural.