Energisa investe R$ 9,7 milhões em subestação móvel

Equipamento inédito no Brasil permite maior agilidade nos atendimentos emergenciais

A Energisa Mato Grosso adquiriu um equipamento inédito no país no segmento de energia elétrica. Trata-se de um novo modelo de subestação móvel, que vai possibilitar maior flexibilidade e agilidade em atendimentos emergenciais e situações programadas. Com 38 MVA de potência, o novo equipamento tem capacidade para suprir, sozinho, caso haja necessidade, um município inteiro. Para a aquisição do equipamento, a Energisa investiu R$ 9,7 milhões.

É a primeira subestação móvel do país a ser projetada e construída em módulos, o que facilita a locomoção nas estradas do estado, pois o transporte é realizado em duas carretas. Essa é a segunda subestação desse tipo da distribuidora. A primeira foi adquirida em 2007. O projeto inédito e a aquisição da nova subestação móvel foram viabilizados pelo Programa de Pesquisa e Desenvolvimento, regulado pela Aneel. Todo o estudo foi realizado em parceria, por profissionais da distribuidora mato-grossense, da Universidade Federal de Mato Grosso, da WEG e do Instituto Lactec.

Outro ponto de destaque do novo equipamento foi o planejamento para ser sustentável, com transformador que utiliza óleo isolante vegetal (à base de soja). O óleo vegetal é biodegradável e menos poluente que o mineral, usado na maioria dos equipamentos.