MME enquadra CGH junto ao Reidi no Rio Grande do Sul

Usina Domingos do Prata (2,2 MW) irá receber aporte de R$ 12,8 milhões com a isenção de encargos. Projeto de reforço na Subestação Mirassol II (SP) também é aprovado

O Ministério de Minas e Energia enquadrou uma central de geração hidrelétrica na denominada Domingos do Prata junto ao Regime Especial de Incentivos para o Desenvolvimento da Infraestrutura, que prevê a isenção de PIS/PASEP e Confins na aquisição de bens e serviços para empreendimentos da área. A CGH, localizada no município de Vista Alegre do Prata, Rio Grande do Sul, terá 2,2 MW divididos entre dois hidrogeradores. As obras tem período de execução previsto entre março deste ano até 7 de maio de 2020 e irão angariar, sem incidência dos tributos, pouco mais de R$ 12,8 milhões.

O Ministério também deu provimento para a Interligação Elétrica Pinheiros, controlada pela Isa Cteep, e enquadrou o projeto de reforço na subestação Mirassol II junto ao Reidi. A obra, que acontece em São Paulo, até março de 2021, prevê dois módulos de entrada de linha 138 kV, arranjo de barra dupla, cinco chaves seccionadores e obras complementares na área de 138 kV da SE, para permitir a conexão da Acessante, através da futura Linha de Distribuição 138 kV Mirassol II – Mirassol. Os investimentos no projeto ficaram em R$ 5,1 milhões, sem os encargos.