Térmicas obtêm incentivos fiscais em Roraima

Avaliadas em R$ 288,6 milhões sem os encargos PIS/PASEP e Cofins, UTEs Pau Rainha, Bonfim e Cantá tem previsão de conclusão para junho de 2021

Os projetos de construção das centrais de geração termelétrica Pau Rainha, Bonfim e Cantá, localizadas em Roraima, foram enquadradas pelo Ministério de Minas e Energia junto ao Regime Especial para o Desenvolvimento da Infraestrutura (Reidi). Cada usina possui 10 MW de capacidade instalada, concentrada em uma unidade geradora, com ambos os projetos tendo período de execução indo de agosto do ano passado até o dia 28 de junho de 2021. O montante de investimentos nos três empreendimentos é de R$ 288,6 milhões, livre dos encargos.

O Reidi prevê a isenção de PIS/PASEP e Cofins na aquisição de bens e serviços para empreendimentos de infraestrutura. Nesse caso, a desobrigação com os impostos representará uma economia de aproximadamente R$ 24,8 milhões às Sociedades de Propósito Específico (SPE) Pau Rainha Geração e Comércio de Energia, Bonfim Geração e Comércio de Energia e Cantá Geração e Comércio de Energia, responsáveis pelos ativos, e que realizarão aportes de R$ 76,5 milhões, R$ 98,6 milhões e R$ 113,5 milhões, respectivamente.