Copel aplica R$ 250 milhões em obras de energia em Curitiba

Além da capital, Piraquara, Quatro Barras e São José dos Pinhais recebem ampliação e reforço da rede elétrica

A Copel está empreendendo uma série de investimentos para efetivar o crescimento e reforço dos sistemas de média e alta tensão de Curitiba e cidades como Piraquara, Quatro Barras e São José dos Pinhais. Ao todo são R$ 250 milhões aplicados na construção e ampliação de subestações e na implantação de novos alimentadores e religadores automáticos. As obras começaram no ano passado e se estendem até 2021.

Na capital, o destaque é para as três subestações de 69 kV finalizadas: Água Verde, Hauer e Sítio Cercado. De acordo com o gerente do departamento de Projetos e Obras da Copel, João Henrique Gross, os empreendimentos somam recursos de R$ 57,5 milhões e estão garantindo maior confiabilidade ao sistema de abastecimento da capital, que também conta com o reforço e ampliação de alimentadores, representando R$ 19 milhões. Já a rede subterrânea teve acréscimo de mais de R$ 70 milhões em recursos.

Região Metropolitana

O município da Região Metropolitana que mais recebe obras na rede é São José dos Pinhais, com um total de R$ 31,7 milhões para expansões das subestações Afonso Pena, Campo do Assobio e Guatupê, além da construção da SE Roseira.

Em Piraquara, R$ 462 mil estão sendo direcionados para instalação de religadores monofásicos, que evitam que haja desligamentos por intercorrências momentâneas na fiação, como o toque de galhos de árvores.

Quatro Barras também está recebendo religadores monofásicos, com aporte de R$ 154 mil. A subestação que leva o nome da cidade, por exemplo, irá receber bancos de capacitores e novos disjuntores, em um projeto orçado a partir de R$ 4,9 milhões.