KF Participações fecha contrato de R$ 12 milhões para gestão de ativos

Holding de energia e minérios escolhe empresa de tecnologia Engineering para apoiar transformação digital em cinco novas concessões de transmissão

A KF Participações, holding especializada em leilões de transmissão de energia e atividades de mineração, fechou contrato com a empresa de tecnologia Engineering para implementar um processo de transformação digital em cinco novas concessões do grupo, envolvendo o investimento de R$ 12 milhões em um prazo de cinco anos.

O projeto contempla o chamado sistema de gestão empresarial SAP S/4 HANA, integrado ao módulo customizado AIS, solução desenvolvida para o setor elétrico e que faz o acompanhamento de ativos regulados e imobilizados em serviço, atendendo às diretrizes regulatórias da Aneel. Além disso, o contrato envolve o BPO Fiscal baseado em uma aplicação fiscal complementar integrada ao programa.

Segundo o diretor de TI da KF Participações, Éder Soares, o objetivo da iniciativa é ter um processo seguro com o máximo de digitalização possível, além de pouco capital humano e métodos automatizados. Ele contou que durante o projeto serão definidas tendências, como falhas identificadas e avisadas pelo AIS para correções.

“É uma ferramenta que qualifica a empresa com olhar para gestão de dados por meio da Inteligência Artificial, possibilitando, com base no histórico de eventos, tratar de fatos indicando tendências que antecipam o mapeamento de erros operacionais e poderão ser corrigidos através de treinamento”, avalia.

Outra inovação reportada é a associação de ferramentas de gestão em campo para acompanhamento em tempo real da evolução da obra, com o registro de imagens a partir de geoposicionamento e vinculando ao sinótico do projeto existente no Centro de Operações às rotinas que necessitam acompanhamento e rastreabilidade, com atualização online visando o máximo de eficiência operacional.

Consórcio KF JAAC / JAP – A necessidade de investir nestas ferramentas surgiu da união das empresas KF Participações e JAAC Materiais e Serviços de Engenharia. Juntas, elas elevaram o objetivo de enquadramento aos requisitos para participar de grandes leilões de concessão. Como resultado, nasceu o consórcio que venceu cinco leilões da Aneel para linhas de transmissão.

As concessões, localizadas no Amazonas, Pará, Mato Grosso do Sul, Bahia e Santa Catarina, envolvem a construção, num prazo de quatro anos, de mais de mil quilômetros de linhas e cerca de 16 subestações, totalizando um investimento de aproximadamente R$ 980 milhões. Quando finalizadas, os empreendimentos continuarão sob gerenciamento do consórcio por um prazo de 30 anos.