Transmissoras deverão recolher R$ 80,3 milhões em cotas da CDE de outubro

Maior valor é da Cemig, de R$ 20,9 milhões

A  Agência Nacional de Energia Elétrica fixou na última quinta-feira, 17 de dezembro, as cotas referentes ao encargo da Conta de Desenvolvimento Energético para o mês de outubro de 2020. De um total de R$ 80.351.147,58, a Cemig vai recolher o maior valor, de R$ 20,9 milhões. A Cteep, vem em seguida, com R$ 14,2 milhões. A terceira maior parcela é de Furnas, com R$ 10 milhões. Os valores deverão ser recolhidos até o dia 10 de janeiro de 2021.