MME enquadra GNA I como projeto prioritário

Decisão envolve UTE de 1,3 GW no Rio de Janeiro e aporte da Energisa Tocantins também é aprovado

O Ministério de Minas e Energia enquadrou o projeto de construção da térmica GNA I como projeto prioritário em São João da Barra (RJ), somando 1,3 GW de potência instalada entre quatro unidades com data de conclusão prevista para junho desse ano.

A usina é formada por uma sociedade, com 67% das ações por parte da Gás Natural Açú Infraestrutura e 33% da Siemens Participações. Com a medida, o ativo poderá emitir debêntures de infraestrutura, com incentivos aos investidores.

Outra aprovação do MME foi para a Energisa avançar com suas iniciativas de expansão, renovação ou melhoria da infraestrutura de distribuição de sua concessão no Tocantins, com um aporte planejado de R$ 132,9 milhões para esse ano. As decisões foram publicadas no Diário Oficial da União e no portal do MME.