Green Yellow e KWP vão implantar solares flutuantes da Emae

Equipamentos ficarão no reservatório Billings

A Emae selecionou as empresas GreenYellow e KWP Energia para implantação de usinas solares fotovoltaicas flutuantes no reservatório Billings, na capital paulista. Cinco empresas demonstraram interesse no processo e as duas foram habilitadas para participarem.

Para o secretário de Infraestrutura e Meio Ambiente de São Paulo, Marcos Penido, o projeto coloca em prática as diretrizes do estado para uso de energias renováveis. De acordo com ele, com as usinas flutuantes, a matriz energética de São Paulo é diversificada e se desenvolvem novas tecnologias gerando autonomia, economia e mais empregos.

Já o presidente da Emae, Marcio Rea, acrescenta que o projeto pioneiro resultará na ampliação da implantação desses empreendimentos inovadores. Segundo Rea, o sucesso na Billings deve abrir novas perspectivas de geração não apenas na capital como em outros reservatórios de São Paulo. A próxima etapa do projeto é definir um ou mais modelos de negócios, considerando aspectos técnicos, estratégicos e de governança.