Mitsui compra 36% da Stima Energia

Valor do negócio não foi revelado, empresa japonesa aponta as perspectivas de crescimento da demanda no país e abertura do mercado livre como pontos de destaque

A Mitsui & Co. fechou contrato e adquiriu uma parcela de 36% da Stima Energia. Em comunicado publicado em seu site, a empresa de origem japonesa afirma que essa aquisição coloca em seu foco o mercado de comercialização de energia aumentando seu volume e capacidade de negociação no mercado brasileiro. O valor da transação não foi revelado.

O comunicado destaca que a Stima é uma trading independente que vem aumentando seu volume negociado para o nível de 1 GW (média anual) desde sua criação em 2017. Além disso, vem assumindo o papel de hedge de preço de energia e fornecimento de liquidez para suas contrapartes no mercado livre de energia brasileiro, onde as hidrelétricas energia compreendem cerca de 70% da geração de energia. E que a perspectiva é positiva ao passo que a demanda tem um viés de crescimento e de abertura de mercado.

Nos últimos anos a Mitsui já fechou a aquisição de uma parcela de 20% na UHE Jirau (RO,3.750MW) e agora visa fortalecer a função de negociação e gestão de risco para as partes interessadas no Brasil que são afetadas pelas mudanças climáticas e maximizar o valor dos negócios relacionados à energia elétrica da Mitsui no Brasil.