Olá, esse é um conteúdo exclusivo destinado aos nossos assinantes
Para continuar tendo acesso a todos os nossos conteúdos, escolha um dos nossos planos e assine!
Redação
de R$ 47,60
R$
21
,90
Mensais
Notícias abertas CanalEnergia
Newsletter Volts
Notícias fechadas CanalEnergia
Podcast CanalEnergia
Reportagens especiais
Artigos de especialistas
+ Acesso a 5 conteúdos exclusivos do plano PROFISSIONAL por mês
Profissional
R$
82
,70
Mensais
Acesso ILIMITADO a todo conteúdo do CANALENERGIA
Jornalismo, serviço e monitoramento de informações para profissionais exigentes!

A ISA CTEEP informou o início da operação comercial do projeto Triângulo Mineiro, com 20 meses de antecipação em relação ao prazo estabelecido pela Aneel. Ele está localizado no estado de Minas Gerais e contempla duas linhas de transmissão com 158 quilômetros de extensão e quatro subestações digitais, sendo três subestações novas e a ampliação de uma subestação pertencente à outra transmissora que, juntas, totalizam 1.600 MVA de potência. O investimento realizado até o momento foi de aproximadamente R$ 450 milhões.

Diante deste cenário, a companhia energiza parcialmente e passa a ser remunerada pelo lote 7 do leilão de transmissão 002/2019, realizado em dezembro de 2019, ao obter do ONS, em 21 de agosto de 2023, o termo de liberação de receita (TLR) de parcela significativa da sua operação.

O TLR faz jus ao recebimento de 70% da receita anual permitida (RAP) de R$ 42 milhões (ciclo tarifário 2023/2024) com valores a receber retroativos ao dia 14 de julho de 2023. A margem ebitda estimada da IEMG após entrada em operação do projeto Triângulo Mineiro é de aproximadamente 80%. O regime de tributação é de lucro presumido com consolidação integral na ISA CTEEP. O projeto foi integralmente financiado por meio de debêntures verdes de infraestrutura emitidas na acionista.