Olá, esse é um conteúdo exclusivo destinado aos nossos assinantes
Para continuar tendo acesso a todos os nossos conteúdos, escolha um dos nossos planos e assine!
Redação
de R$ 47,60
R$
21
,90
Mensais
Notícias abertas CanalEnergia
Newsletter Volts
Notícias fechadas CanalEnergia
Podcast CanalEnergia
Reportagens especiais
Artigos de especialistas
+ Acesso a 5 conteúdos exclusivos do plano PROFISSIONAL por mês
Profissional
R$
82
,70
Mensais
Acesso ILIMITADO a todo conteúdo do CANALENERGIA
Jornalismo, serviço e monitoramento de informações para profissionais exigentes!

A Pequena Central Hidrelétrica (PCH) Paranatinga, da Atiaia Renováveis, localizada no Mato Grosso, recebeu a certificação REC Brazil e passa a ser a terceira do País a atender aos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Organização das Nações Unidas (ONU).

O reconhecimento da PCH Paranatinga foi realizado pelo Instituto Totum, que emite a certificação REC Brazil. O certificado é uma iniciativa conjunta da Associação Brasileira de Energia Eólica (ABEEólica) e da Associação Brasileira de Energia Limpa (Abragel), com apoio da Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE), da Associação Brasileira dos Comercializadores de Energia (Abraceel) e da Associação Brasileira de Biogás e de Biometano (ABiogás), e tem como objetivo fomentar o mercado de energia gerada a partir de fontes renováveis e com alto desempenho em sustentabilidade.

A Atiaia destacou que a PCH Paranatinga tem 29 MW de potência instalada e geração anual de 130 mil MW. A primeira a atender aos 17 ODS da ONU foi a PCH Bandeirante, situada entre os municípios de Chapadão do Sul e Água Clara, no Mato Grosso do Sul, com 28 MW de potência instalada e geração anual de 161 mil MWh. A segunda foi a PCH Garganta da Jararaca, localizada entre os municípios de Campo Novo do Parecis e Nova Maringá, em Mato Grosso, e tem 29,3 MW de potência instalada e geração anual de 185 mil MW.

As PCHs da Atiaia Renováveis vendem seus certificados do I-REC combinados com o selo REC-Brazil, garantindo aos seus Clientes que a energia foi produzida por fontes renováveis, e que os projetos possuem um compromisso formal com os critérios de sustentabilidade globais.