Em teleconferência com analistas de mercado realizada nesta terça-feira, 30 de abril, a CFO da Isa Cteep, Carisa Cristal, revelou que a companhia pretende gerar cerca de R$ 1,6 bilhão a R$ 1,8 bilhão em receitas anuais permitidas (RAP) até o final do ciclo de investimentos da empresa. “Temos R$ 10 bilhões para performar de capex de greenfield e isso vai gerar uma RAP adicionada de aproximadamente R$ 1 bilhão. Além disso temos também para os próximos 5 anos de reforços e melhorias que devem gerar uma receita entre R$ 600 milhões a R$ 850 milhões”, disse.

A Isa Cteep pretende investir R$ 15 bilhões em transmissão até 2028, R$ 10,6 bilhões em projetos de licitação (cerca de 7 projetos) e R$ 5 bilhões em melhorias (cerca de 250 projetos) que estão previstos para acontecer até 2028.

Carisa afirmou que a companhia busca o equilíbrio em três pilares: investimentos crescentes, estabilidade para manter a atual prática de proventos e a rentabilidade. “Quando olhamos isso a gente vê que hoje a companhia tá com uma alavancagem de 2.3x de dívida liquida e ebitda, confortável considerando uma empresa de capital intensivo que comporta esse crescimento que temos previsto de novos investimentos ao redor de R$ 15 bilhões”, explicou.

A CFO da Isa Cteep ainda ressaltou que companhia tem uma expectativa de crescimento do ebtida devido a entrada operação de novos projetos de reforços e melhorias. “Dessa forma conseguiremos manter a nossa própria prática de dividendos, que é de pagar no mínimo 75% de lucro líquido regulatório”, disse.

Próximos leilões

A companhia deixou claro durante a teleconferência que ainda não tem nada certo sobre a sua participação no próximo leilão de transmissão, que ocorrerá em setembro desse ano. Eles afirmaram que vão tomar essa decisão bem mais perto data.