Olá, esse é um conteúdo exclusivo destinado aos nossos assinantes
Para continuar tendo acesso a todos os nossos conteúdos, escolha um dos nossos planos e assine!
Redação
de R$ 47,60
R$
21
,90
Mensais
Notícias abertas CanalEnergia
Newsletter Volts
Notícias fechadas CanalEnergia
Podcast CanalEnergia
Reportagens especiais
Artigos de especialistas
+ Acesso a 5 conteúdos exclusivos do plano PROFISSIONAL por mês
Profissional
R$
82
,70
Mensais
Acesso ILIMITADO a todo conteúdo do CANALENERGIA
Jornalismo, serviço e monitoramento de informações para profissionais exigentes!

A prefeitura de São Paulo abriu Consulta Pública até 20 de junho para a migração ao Ambiente de Contratação Livre de 193 unidades consumidoras da administração municipal. Considerando o gasto com as faturas em 2023 e o consumo médio anual estimado para as unidades, serão economizados mais de R$ 10 milhões por ano, representando uma economia anual de 18%, o que totalizaria uma desoneração de R$ 54 milhões aos cofres públicos durante os cinco anos da contratação.

O projeto, estruturado em conjunto entre a SP Parcerias e diversas secretarias, prevê também a compra da energia com certificação de carbono rastreável. O critério de julgamento da licitação considerará como melhor proposta o menor preço por MWh, a ser pago mensalmente pela prefeitura, sendo o preço de referência a ser divulgado conforme os prazos de licitação.

O Edital contempla a divisão do objeto em dois lotes, com exigências de demonstração de capacidade de realização de migração de unidades consumidoras e de capacidade de fornecimento de um quantitativo mínimo de MWh por ano como elementos de qualificação técnica. Sugestões e pedidos de esclarecimento poderão ser enviados para o e-mail segeslicitacao@prefeitura.sp.gov.br.