Olá, esse é um conteúdo exclusivo destinado aos nossos assinantes
Para continuar tendo acesso a todos os nossos conteúdos, escolha um dos nossos planos e assine!
Redação
de R$ 47,60
R$
21
,90
Mensais
Notícias abertas CanalEnergia
Newsletter Volts
Notícias fechadas CanalEnergia
Podcast CanalEnergia
Reportagens especiais
Artigos de especialistas
+ Acesso a 5 conteúdos exclusivos do plano PROFISSIONAL por mês
Profissional
R$
82
,70
Mensais
Acesso ILIMITADO a todo conteúdo do CANALENERGIA
Jornalismo, serviço e monitoramento de informações para profissionais exigentes!

A Hitachi Energy anunciou que venceu o contrato de atualização do sistema de proteção, controle e supervisão (SPCS), setor de 500kV, nas subestações de Tucuruí e Marabá, administradas pela concessionária Eletrobras. Ambas as subestações ficam no Pará, na região Norte, e estão associadas à usina hidrelétrica de mesmo nome (Tucuruí).

O projeto consiste na substituição de todo o sistema de cabos das subestações e dos painéis de proteção e controle. A Hitachi Energy também está envolvida no treinamento da equipe que irá monitorar o sistema, na engenharia do projeto elétrico e nos testes e simulações para verificar o funcionamento do equipamento.

No atual projeto de modernização, a Hitachi Energy instalará diversos novos painéis de proteção e controle em Marabá e Tucuruí. A nova instalação atualizará o sistema de acordo com a norma técnica IEC 61850, que rege todos os sistemas modernos de proteção, controle e supervisão.

Um dos destaques do projeto é a modernização da solução de proteção de barramento distribuído com o IED REB500 da Hitachi Energy, com capacidade de até 60 baias (circuitos de proteção de subestações). Tucuruí conta atualmente com mais de 20 baias, e a flexibilidade da solução que possibilita futuras expansões torna-se muito relevante em uma instalação desse porte.

Com essa modernização, os equipamentos terão vida útil de mais de 15 anos, em linha com o manual de operação e manutenção da Aneel.