CMSE mantém térmicas no atendimento integral à Boa Vista

Capital de Roraima tem sido suprida apenas por usinas a óleo desde 16 de setembro

O suprimento de energia ao sistema elétrico de Boa Vista continuará a ser feito exclusivamente com geração termelétrica local, para manter a confiabilidade do atendimento à capital de Roraima. A determinação é do Comitê de Monitoramento do Setor Elétrico, que realizou mais uma reunião extraordinária de avaliação nesta quarta-feira, 26 de setembro.

Resultados dos testes realizados no parque térmico da Boa Vista de 16 a 25 de setembro mostram que não houve blecautes na cidade nesse período. Na primeira quinzena do mês, os desligamentos aumentaram, em razão de quedas sucessivas da linha de transmissão que traz energia da Venezuela.

Além de coordenar os testes com as UTEs, o Operador Nacional do Sistema Elétrico iniciou a instalação do Esquema Regional de Alívio de Carga em Boa Vista. O Erac é acionado em casos de desligamento e permite à distribuidora local cortar parte da carga da rede para regularizar a frequência e evitar a propagação do  blecaute. O ONS também estuda ações para prevenir apagões em caso de desligamento da interligação com a Venezuela, além fazer adequações nos sistemas de proteção e controle do sistema elétrico do estado.