Fortescue avalia construção de usina de hidrogênio verde no RJ

Memorando assinado com empresa da Prumo visa estudar viabilidade de uma planta de 300 MW no Porto do Açu e cita também bases para desenvolvimento de projetos solares e eólicos offshore no estado e no Espírito Santo

A Fortescue Future Industries Pty Ltd (FFI), subsidiária da Fortescue Metals Group Ltd (Fortescue), e a Porto do Açu Operações, controlada pela Prumo Logística, assinaram um memorando de entendimentos para desenvolver projetos industriais no Rio de Janeiro baseados na tecnologia do hidrogênio verde, prevendo a condução de estudos de viabilidade para a instalação de uma planta no Porto do Açu.

Segundo as partes, o projeto inclui a construção de uma usina de hidrogênio verde com capacidade de 300 MW e potencial para produzir 250 mil toneladas de amônia verde por ano, além de estabelecer as bases para o desenvolvimento de iniciativas de geração solar no local, bem como de eólicas offshore na costa dos estados do Rio de Janeiro e Espírito Santo.

A disponibilidade de hidrogênio verde e de energia renovável deve impulsionar ainda mais a industrialização sustentável do porto, incluindo a produção de aço verde, fertilizantes, produtos químicos, combustíveis e outros produtos industriais manufaturados.

A CEO da FFI, Julie Shuttleworth, disse que a companhia avalia oportunidades de energia renovável e hidrogênio em todo o mundo e irá liderar e impulsionar a indústria de produtos verdes e estabelecer indústrias de grande escala totalmente novas e futuras.

“Esperamos que o potencial para novas indústrias sustentáveis no Porto do Açu diversifique, amplie e aprofunde substancialmente a força de trabalho já qualificada do Brasil”, comenta a executiva.