Aneel e Inel criam GT para solucionar gargalos de conexão na GD

Instituto fez sugestão à agência reguladora e coordenará ações que visam estabelecer soluções técnicas para um dos principais entraves do setor

O Instituto Nacional de Energia Limpa (Inel) e a Agência Nacional de Energia Elétrica firmaram um acordo na última quinta-feira, 4 de novembro, para a criação de um Grupo de Trabalho destinado a buscar soluções técnicas para a conexão de geração distribuída, um dos gargalos desse segmento no país.

O grupo será coordenado pelo Inel e contará com a participação de outras entidades representativas. O presidente do Instituto, Heber Galarce, destacou a importância da ação para jogar luz sobre os pleitos das entidades e para a contribuição no endereçamento dos problemas em relação à conexão da GD. “É fundamental buscar a uniformidade de padronização possível para os processos de conexão”, comentou.

Galarce liderou a comitiva de associações na reunião com o Diretor-Geral da Aneel, André Pepitone, além de técnicos da Secretaria de regulamentação e fiscalização em geração distribuída. O diretor ressaltou a importância de formalização detalhada das questões alegadas pelas entidades para que o regulador aprofunde a avaliação e estabeleça uma agenda de trabalho conjunto.

Participaram da reunião representantes da Associação Brasileira do Biogás (ABIOGÁS ), Associação Brasileira de Recuperação Energética de Resíduos (Abren), Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (Absolar) e Associação Brasileira de PCH e CGH (Abrapch).