Moody’s eleva ratings da Cemig e subsidiárias

Avaliação de riscos passou de “Ba3“ para “Ba2” com perspectiva estável

A agência de classificação de riscos Moody’s Investors Service elevou os ratings corporativos da Cemig e de suas subsidiárias integrais D e GT na escala global, passando de “Ba3“ para “Ba2” e com perspectiva estável. O aumento de um nível na escala global iguala o rating da companhia ao risco soberano do Brasil.

Em abril desse ano, a Moody’s Local também elevou a nota de crédito nacional para AA.br, refletindo em métricas e liquidez mais fortes. Segundo a estatal mineira, os recentes movimentos promovidos pelas agências de análise de risco refletem o reconhecimento dos resultados obtidos nos últimos anos, da melhoria significativa dos seus indicadores financeiros e operacionais, e na sua gestão de risco.

Em nota, a empresa reforçou seu compromisso em aumentar a liquidez e estrutura de capital, através do alongamento do seu perfil de dívida, da gestão estratégica de passivos e da redução do custo de capital.