Abegás e ABiogás se unem para impulsionar biometano nas redes de gás canalizado

Associações vão estudar ações com o objetivo de acelerar a injeção de biometano nas redes de distribuição

A Associação Brasileira de Empresas Distribuidoras de Gás Canalizado (Abegás) e Associação Brasileira do Biogás (ABiogás) formaram uma parceria no início do mês para impulsionar o uso de biometano pelas concessionárias de distribuição de gás canalizado.

As duas associações formaram um grupo de trabalho (GT) para desenvolver ações e mecanismos que incentivem a injeção do biometano nas redes de distribuição das empresas, são aproximadamente 20 concessionárias em operação em todas as regiões do País. A primeira reunião do ‘GT Biometano Abegás e ABiogás’ foi realizada no dia 11 de maio, em São Paulo, com integrantes das duas associações e representantes das distribuidoras e produtores de biometano.

De acordo com a Abegás, a constituição desse grupo de trabalho com a ABiogás é muito oportuna. Segundo Marcelo Mendonça, Diretor de Estratégia e Mercado da companhia, a produção de biometano tem amplo potencial de expansão nos próximos dez anos e ressaltou “Nossa intenção é transformar em realidade todo esse potencial”.

A gerente executiva da ABiogás, Tamar Roitman, informou que a produção atual é de 400.000 metros cúbicos/dia, mas esse volume deve crescer significativamente com as 25 novas usinas já anunciadas, somando investimentos de aproximadamente R$ 60 bilhões até 2030 para ofertar 30 milhões de metros cúbicos/dia. O potencial total do setor, segundo estimativas da ABiogás, pode chegar a 120 milhões de metros cúbicos/dia.