Leilão da Cesp é adiado para 19 de outubro

Certame estava marcado inicialmente para a terça-feira, 2

O Governo de São Paulo adiou a venda do controle da Cesp para o próximo dia 19 de outubro. O leilão estava marcado para a terça-feira, 2. A decisão foi tomada pelo Conselho Diretor do Programa Estadual de Desestatização em reunião nesta segunda-feira, 1º. O movimento vêm logo depois de uma liminar chegar ameaçar a realização do certame, mas que foi derrubada hoje (1º) pela Procuradoria Geral do Estado de São Paulo.

A expectativa do governo paulista é que a venda das ações da Cesp resulte em uma arrecadação mínima de R$ 1,4 bilhão. O preço mínimo já divulgado é de R$ 14,30 por ação. Para aumentar o interesse na operação, o Governo Federal autorizou a prorrogação da concessão da hidrelétrica Porto Primavera (1.540 MW). O vencedor do leilão terá mais 20 anos de outorga (2028 a 2048), mas em troca também terá que pagar à União um valor adicional de pelo menos R$ 1,36 bilhão.