Aneel autoriza reforços da Eletronorte e Copel

Parcela adicional da RAP é superior a R$ 4 milhões para cada uma das empresas

A Agência Nacional de Energia Elétrica autorizou a Eletronorte e a Copel a realizarem reforços em instalações de transmissão e estabeleceu o valor das parcelas adicionais da Receita Anual Permitida para os empreendimentos.

O processo da Eletronorte envolve a instalação de transformadores adicionais nas subestações Tucuruí e Ribeiro Gonçalves. O valor da receita estabelecida pela agência é de RAP de R$ 4,4 milhões, para um investimento previsto de R$ 29,5 milhões. O prazo para execução das obras é de 24 meses.

Para a Copel foi aprovada a recapacitação da linha de transmissão Bateias – Pilarzinho e de Pilarzinho ‐ Santa Mônica. As parcelas de RAP totalizam R$ 4,2 milhões, e o prazo de conclusão é de 36 meses.