Eneva não pretende reapresentar proposta por AES Tietê

Tietê recusou em abril oferta de combinação de ativos

Em teleconferência com analistas nesta segunda-feira, 18 de maio, o presidente da Eneva, Pedro Zinner, revelou que a empresa não deverá fazer uma nova proposta de combinação de ativos com a AES Tietê. De acordo com ele, a empresa vai se concentrarem na execução do seu plano estratégico. “No momento não pretendemos apresentar nova proposta”, explica. Para o diretor de relação com investidores, Marcelo Habibe, a Eneva segue analisando oportunidades e o atual momento financeiro, de dificuldade financeira de muitas empresas, pode acabar trazendo outras oportunidades de crescimento, talvez mais simples que a aquisição da Eneva.

A Eneva pretendia uma combinação de ativos com a AES Tietê que foi refutada em abril pelo conselho da AES. A operação faria surgir um novo player com 6,1 GW e faturamento anual na ordem de R$ 5 bilhões.

Habibe acredita que a evolução de preços no fim do ano ficará em um patamar intermediário do que vem sendo projetado pelo o mercado, ficando um pouco acima do R$ 100/ MWh. Ainda segundo ele, não é possível uma previsão mais apurada devido ao cenário causado pela pandemia. “O mercado é muito dinâmico e a volatilidade é muito grande”, avisa.