Cogeração cresce 1,2% no Brasil em 2020

Capacidade equivale a 1,3 vezes à potência instalada na UHE de Itaipu

A cogeração no Brasil cresceu 1,2% no ano de 2020 e já conta com 639 usinas, representando 18,81 GW de capacidade instalada. Isso corresponde a 10,8% matriz elétrica brasileira (174,7 GW), o que equivale à capacidade instalada de 1,3 usinas hidrelétricas de Itaipu (14 GW).

Segundo dados da Cogen, 62,4% representam a cogeração a partir da biomassa da cana-de-açúcar. Já cogeração movida a gás natural ocupa uma fatia de 16,8%. Em terceiro lugar, com 14,1%, está o licor negro (subproduto do processo de tratamento químico da indústria de papel e celulose). Outras fontes completam o quadro.

A Cogen complementou que o Brasil precisa valorizar mais os atributos da cogeração. Do ponto de vista de eficiência energética, é uma das melhores opções. Além de contribuir para o nível dos reservatórios das hidrelétricas. A cogeração a biomassa de cana-de-açúcar, por exemplo, evitou que os reservatórios do Sudeste/Centro-Oeste tivessem uma queda adicional de 15 pontos percentuais em 2019.