Carga deve recuar 0,2% em setembro, calcula ONS

Níveis no SE/CO devem chegar a 15,6% ao fim do mês

A carga no Sistema Interligado Nacional em setembro deve sofrer um recuo de 0,2% na comparação com o ano passado. De acordo com o informe do Programa Mensal de Operação da semana operativa de 4 a 10 de setembro, a carga no Sudeste/ Centro-Oeste deve apresentar queda de 1,6%. A região Sul é a outra que tem previsão de redução, porém de apenas 0,1%. No Nordeste, a expectativa é que seja verificado um aumento de 3,2%, valor próximo ao do Norte, que deve subir 3,1%.

Quanto aos reservatórios, o volume de armazenamento esperado para o fim de setembro no subsistema Sudeste/ Centro-Oeste é de 15,2%. No Nordeste, a expectativa é que os níveis terminem o mês operando com 40,1% da capacidade. A previsão para a região Sul é de um volume de 22,6% fim do mês. A melhor previsão é da região Norte, com volume esperado de 62,5%.

Na previsão mensal de Energia Natural Afluente, estima-se que ela fique em 10.951 MW med, que é 56% da média de longo termo no Sudeste/ Centro-Oeste. No Nordeste, o valor esperado é de 1.378 MW med, que equivalem a 46% da MLT. No Sul, a ENA prevista é de 6.310 MW med ou 54% da MLT, enquanto na região Norte a previsão mensal de ENA é de 1.694 MW med, o mesmo que 74% da MLT.

A média semanal do Custo Marginal de Operação estimada para o Sudeste/ Centro-Oeste, Sul e Norte é de R$ 1.261,35/ MWh, enquanto no submercado norte deve ficar em R$ 968,77/ MW.