Neoenergia expande projeto de mobilidade elétrica

Primeira fase da Linha Verde contempla a instalação de pontos de recarga entre Natal e Recife

A Neoenergia segue avançando com o Programa de Mobilidade Elétrica, que conta com o projeto Linha Verde, iniciativa voltada a instalar eletropostos nas bases operacionais de forma a viabilizar viagens com carros elétricos entre as sedes administrativas das distribuidoras. A ideia é intensificar o compromisso com a sustentabilidade e colabora com a descarbonização do planeta.

A companhia informou que a primeira fase da Linha Verde foi implantada entre as capitais Natal (RN) e Recife (PE), onde atuam as distribuidoras da Neoenergia, Cosern e Neoenergia Pernambuco. As cidades ficam a cerca de 300 km de distância uma da outra e veículos elétricos tem uma autonomia média de 200 km, número que pode variar a depender do modelo do carro. Assim, o projeto contemplou a instalação de dois eletropostos de carga rápida nesse trajeto, de forma a garantir maior segurança e autonomia dos veículos durante a viagem. Os pontos de recarga foram instalados nas Unidades Territoriais de Distribuição (UTDs) da Neoenergia localizadas em Goianinha (RN) e Goiana (PE). Os municípios ficam, aproximadamente, a 60 km de distância da capital de cada estado, o que garante uma parada estratégica no percurso para recarregar o veículo.

Aliada a expansão dos pontos de recarga nas UTDs, a Neoenergia conta, desde março de 2020, com eletropostos nas sedes administrativas da companhia, nos estados da Bahia, Pernambuco, Rio Grande do Norte, São Paulo, Brasília e Rio de Janeiro. Ao total, são 85 veículos híbridos e 44 totalmente elétricos na Neoenergia. O objetivo é que toda a frota da veículos leves e administrativos seja completamente substituída até 2030.