Chesf certifica eólicas para comercializar I-RECs

Cada REC emitido é a prova de que 1 MWh de energia renovável foi gerado e injetado no Sistema Interligado Nacional

A Chesf, subsidiária da Eletrobras, concluiu a certificação do selo I-REC das usinas eólicas de Casa Nova II (32,9 MW) e Casa Nova III (28,2 MW), podendo agora negociar os chamados Renewable Energy Certificates (RECs).

“A iniciativa reforça a posição de sustentabilidade da companhia, além de demonstrar seu alinhamento com os 3Ds que ditam tendências mundiais no setor de energia: a descarbonização, a digitalização e a descentralização”, diz a nota divulgada à impresa nesta sexta-feira, 25 de setembro.

O selo I-REC é uma acreditação da International REC Standard Foundation, sediada na Holanda e representada no Brasil pelo Instituto Totum. Sua missão é padronizar e dar credibilidade ao rastreamento de atributos ambientais provenientes da geração de energia a partir de fontes renováveis.

Cada REC emitido é a prova de que 1 MWh de energia renovável foi gerado e injetado no Sistema Interligado Nacional (SIN). O mercado destes certificados existe no Brasil desde 2011 e vem apresentando crescimento expressivo nos últimos dois anos, constituindo um produto com ampla aceitação nos setores agrícola, varejo, financeiro e logístico.

A demanda por estes certificados tem origem na preocupação de empresas com a sustentabilidade de suas operações, no incentivo ao consumo de energia limpa nas cadeias produtivas e na consolidação de fontes renováveis na matriz energética.

A iniciativa, encerra a nota, amplia o portfólio de produtos e serviços da Chesf e abre espaço para a captação de novos clientes.