Olá, esse é um conteúdo exclusivo destinado aos nossos assinantes
Para continuar tendo acesso a todos os nossos conteúdos, escolha um dos nossos planos e assine!
Redação
de R$ 47,60
R$
21
,90
Mensais
Notícias abertas CanalEnergia
Newsletter Volts
Notícias fechadas CanalEnergia
Podcast CanalEnergia
Reportagens especiais
Artigos de especialistas
+ Acesso a 5 conteúdos exclusivos do plano PROFISSIONAL por mês
Profissional
R$
82
,70
Mensais
Acesso ILIMITADO a todo conteúdo do CANALENERGIA
Jornalismo, serviço e monitoramento de informações para profissionais exigentes!

A Nextron ampliou sua área de atuação dentro do território nacional para as regiões Nordeste e Centro-Oeste, mais especificamente nos estados da Bahia, Paraíba, Rio Grande do Norte, Mato Grosso do Sul e Goiás, além do Distrito Federal. Até o final do ano, o objetivo da startup é atingir mais de 50 mil clientes no país em geração solar compartilhada, incluindo essas novas localidades e operações como no Rio de Janeiro, Minas Gerais, Santa Catarina e Paraná.

Segundo a climate tech, a expansão visa simplificar aos consumidores o acesso à energia mais barata e renovável, sem que haja a necessidade de instalação de placas solares na residência ou em pequenos comércios. A ideia da empresa é preencher lacunas a partir do desenvolvimento das cidades nessas regiões, que aconteceu de forma vertical, o que impossibilita em muitos casos a instalação de painéis solares nos centros urbanos.

A companhia também fechou um acordo com a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel), dos estados da Paraíba e Rio Grande do Norte, visando acelerar o relacionamento com os clientes locais. Já no Centro-Oeste, de acordo com o CTO e fundador da Nextron, Roberto Hashioka, a expansão representa uma oportunidade única para os produtores rurais, que poderão contar com soluções de energia limpa e eficiente para reduzir significativamente os custos da conta de luz.

Mais do que isso, são oferecidas oportunidades de investimento em usinas renováveis, permitindo que os produtores diversifiquem seus negócios e contribuam para o desenvolvimento sustentável do agronegócio local. “Na região, fechamos uma parceria com a Amcham Brasil, uma comunidade corporativa destinada à construção de um networking estratégico entre empresas, visando também uma expansão ágil”, comenta o executivo.