Olá, esse é um conteúdo exclusivo destinado aos nossos assinantes
Para continuar tendo acesso a todos os nossos conteúdos, escolha um dos nossos planos e assine!
Redação
de R$ 47,60
R$
21
,90
Mensais
Notícias abertas CanalEnergia
Newsletter Volts
Notícias fechadas CanalEnergia
Podcast CanalEnergia
Reportagens especiais
Artigos de especialistas
+ Acesso a 5 conteúdos exclusivos do plano PROFISSIONAL por mês
Profissional
R$
82
,70
Mensais
Acesso ILIMITADO a todo conteúdo do CANALENERGIA
Jornalismo, serviço e monitoramento de informações para profissionais exigentes!

O relatório “Global Wind Power Market Outlook Update: Q3 2023” da Wood Mackenzie, mostra que o aumento da atividade nos mercados ocidentais e na África conduzirá a uma taxa de crescimento anual por dez anos de 10,1% para a energia eólica ligada à rede, levando a 2,38 TW de capacidade instalada acumulada no final de 2032. Segundo o relatório, o crescimento a longo prazo ocorrerá apesar dos desafios no curto prazo que causaram um rebaixamento líquido de 10,1 GW de 2023 a 2025.

De acordo com Luke Lewandowski, vice-presidente de pesquisa global em energias renováveis da Wood Mackenzie, há uma atividade encorajadora nos mercados ocidentais em toda a América do Norte, América do Sul e Europa, com revisões das metas de energia e clima, desenvolvimentos positivos em leilões e projeções de repotenciação reforçadas. Ele também acompanha o avanço dos grandes projetos na África, que também acabarão ajudando a compensar alguns dos desafios de curto prazo no mercado offshore global, particularmente na China.

A nova regulamentação “Single 30” da China, juntamente com a inflação global e os desafios da cadeia de abastecimento, teve impacto nas economias offshore, levando a cancelamentos e adiamentos de projetos, arrefecendo o crescimento a curto prazo. No entanto, a nova política de repotenciação do país asiático proporciona um impulso às perspectivas globais no longo prazo, com a produção anual de 2026 a 2032 atingindo uma média de 70 GW por ano.

Para atingir este objetivo, as projeções totais de investimento para eólica nas perspectivas de 10 anos serão iguais a US$ 2,5 trilhões, sendo o offshore responsável por US$ 850 bilhões. Ainda segundo Lewandowski, este ano e o próximo serão mais desafiantes do que o previsto no início de 2023, mas as tendências a longo prazo ainda são muito positivas para o crescimento da capacidade cumulativa em todas as regiões.