Olá, esse é um conteúdo exclusivo destinado aos nossos assinantes
Para continuar tendo acesso a todos os nossos conteúdos, escolha um dos nossos planos e assine!
Redação
de R$ 47,60
R$
21
,90
Mensais
Notícias abertas CanalEnergia
Newsletter Volts
Notícias fechadas CanalEnergia
Podcast CanalEnergia
Reportagens especiais
Artigos de especialistas
+ Acesso a 5 conteúdos exclusivos do plano PROFISSIONAL por mês
Profissional
R$
82
,70
Mensais
Acesso ILIMITADO a todo conteúdo do CANALENERGIA
Jornalismo, serviço e monitoramento de informações para profissionais exigentes!

A planta de produção de hidrogênio renovável instalada na hidrelétrica de Itumbiara (MG/GO) recebeu certificação da Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE). O reconhecimento aconteceu em evento realizado no Rio de Janeiro, na sede da dona do ativo, a Eletrobras. O documento comprova que o insumo é produzido na usina a partir de energia hídrica e fotovoltaica para eletrólise. Atualmente a produção acumulada desde o comissionamento da planta, em 2021, ultrapassa 3 toneladas de hidrogênio renovável. A capacidade de produção é de cerca de 100 kg/dia.

A iniciativa em Itumbiara é um projeto-piloto, sendo considerado uma plataforma de estudos para o desenvolvimento de outros projetos voltados à descarbonização de diversos setores da economia, como o agronegócio, a indústria e o setor de transportes. Em um projeto de Operação e Manutenção (O&M) buscou-se também a elaboração de procedimentos e instruções técnicas de operação de planta, além de testes de produção ininterrupta de H2 para determinação das eficiências dos processos de geração, armazenamento e reconversão.

Da energia consumida na produção, parte é oriunda da central fotovoltaica de 800 kWp instalada ao lado do sistema e parte é proveniente da própria hidrelétrica. O caráter híbrido e a combinação dessas duas fontes limpas são tidos pela Eletrobras como os pontos fortes do projeto, que ratificam a empresa como um dos principais players do mercado de produção de H2V.