Olá, esse é um conteúdo exclusivo destinado aos nossos assinantes
Para continuar tendo acesso a todos os nossos conteúdos, escolha um dos nossos planos e assine!
Redação
de R$ 47,60
R$
21
,90
Mensais
Notícias abertas CanalEnergia
Newsletter Volts
Notícias fechadas CanalEnergia
Podcast CanalEnergia
Reportagens especiais
Artigos de especialistas
+ Acesso a 5 conteúdos exclusivos do plano PROFISSIONAL por mês
Profissional
R$
82
,70
Mensais
Acesso ILIMITADO a todo conteúdo do CANALENERGIA
Jornalismo, serviço e monitoramento de informações para profissionais exigentes!

A Agência Nacional de Energia Elétrica autorizou a operação em teste, a partir de 9 de julho, UG1 a UG3, das EOL Ventos de São Zacarias 08 e 10, com 34,2 MW de capacidade instalada; as UG1 a UG5, das EOL Cajuína B19 e B20, com 53,1 MW; as UG1 a UG166, da UFV Arinos 3, com 46,48 MW; as UG1 a UG65, da UFV Jaíba L2, com 19,5 MW; as UG6, UG8, UG9 e UG10, da EOL Brejinhos B, com 16,8 MW.

Ainda para operação em teste, foram liberadas a UG1, da UTE Fumacense Alimentos, com 2,6 MW; as UG1 a UG9, das EOL Serra do Assuruá 18 e 20, com 63 MW; as UG1 a UG5, da UFV Ape Gazin Molas e UFV Ape Gazin Móveis, com 2 MW; e por fim, as UG1, das UFV Calcário Copacel e UFV Calcário Mato Grosso, com 1,68MW de capacidade instalada. No total, para teste, foram liberados 239,36 MW de capacidade instalada.

Para operação comercial a agência reguladora liberou a UG1, da EOL Serra da Mangabeira, com 5,7 MW. As liberações foram publicadas no Diário Oficial da União desta quarta-feira, 10 de julho.