Olá, esse é um conteúdo exclusivo destinado aos nossos assinantes
Para continuar tendo acesso a todos os nossos conteúdos, escolha um dos nossos planos e assine!
Redação
de R$ 47,60
R$
21
,90
Mensais
Notícias abertas CanalEnergia
Newsletter Volts
Notícias fechadas CanalEnergia
Podcast CanalEnergia
Reportagens especiais
Artigos de especialistas
+ Acesso a 5 conteúdos exclusivos do plano PROFISSIONAL por mês
Profissional
R$
82
,70
Mensais
Acesso ILIMITADO a todo conteúdo do CANALENERGIA
Jornalismo, serviço e monitoramento de informações para profissionais exigentes!

A Agência Nacional de Energia Elétrica fixo os valores das cotas da Conta de Desenvolvimento Energético para o mês de maio de 2023 das transmissoras que atendam consumidor livre ou autoprodutor com unidade de consumo conectada às instalações da Rede Básica. Do total de R$ 102.153.879,45, a Eletronorte vai recolher a maior cota, de R$ 25.043.422,75, com a Cemig vindo em seguida, com uma cota de 22.078.868,12 e a Chesf, com R$ 13.361.187,72. Os valores devem ser recolhidos até o dia 10 de agosto de 2023.

A Aneel também fixou para as transmissoras as cotas de custeio do Proinfa relativas a setembro deste ano. As cotas somam R$ 35.996.063,01 e maio também será recolhida pela Eletronorte, de R$ 13.047.026,64. A segundam maior cota é da Chesf, com R$ 6.960.935,50. As cotas deverão ser recolhidas à ENBPar até o dia 10 de agosto de 2023, para crédito da Conta Proinfa.

 

.