BNB expande financiamento de GD para pessoa física

Taxa de juros poderá variar entre 5% e 7% ao ano, dependendo do perfil de cada cliente

O Banco do Nordeste (BNB) expandiu sua linha de financiamento para energia solar. A partir de setembro, pessoas físicas que desejam instalar equipamentos fotovoltaicos para produzir sua própria energia em casa poderão acessar uma linha de crédito de até R$ 100 mil com cobertura total do banco e prazo de pagamento de até 8 anos. A novidade foi anunciada nesta terça-feira, 28 de agosto, na feira Inter Solar South America, em São Paulo.

“Acreditamos que esse produto vai ter uma atratividade muito grande”, afirmou Luiz Sérgio Machado, superintendente de Negócios de Varejo e Agronegócio do BNB. Há dois anos o banco está atuando no financiamento de energia renovável. Nesse período, foram desembolsados R$ 3,9 bilhões e outros R$ 1,3 bilhão estão em análise, “Dado esse sucesso a gente resolveu criar uma linha que deverá começar a sua operacionalização em setembro, voltada para geração solar em residência”, anunciou.

Machado explicou que a taxa de juros poderá variar entre 5% e 7% ao ano, dependendo do perfil de cada cliente. Outra novidade é que o módulo fotovoltaico poderá ser oferecido como garantia do financiamento. Podem acessar o banco clientes das regiões Nordeste e do Norte dos estados do Espírito Santo e Minas Gerais.

Segundo Machado, dinheiro não vai faltar. O banco tem R$ 30 bilhões para aplicar neste ano, sendo R$ 14,5 bilhões exclusivos para o setor de infraestrutura. “Os equipamentos podem ser adquiridos, financiados, sem impacto nos gastos e o cliente passa a consumir a própria energia, renovável e limpa. Depois de quitado o financiamento, ficam apenas os benefícios da redução da conta”, lembrou o executivo.