Consumo de energia acumula queda de 5,8% em 2020

Crise do Covid-19 fez o desaparecer cerca de 7.500 MW médios, energia suficiente para abastecer os estados do Rio de Janeiro e Espírito Santo por 30 dias

O consumo nacional de energia elétrica acumula uma retração de 5,8% em 2020, considerando o período de 1º de janeiro até 19 de junho – comparado com  2019. Os dados foram divulgados pela Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE) nesta segunda-feira, 29 de junho.

Segundo Rui Altieri, presidente do Conselho de Administração da CCEE, a crise do Covid-19 fez desaparecer cerca de 7.500 MW médios, energia suficiente para abastecer os estados do Rio de Janeiro e Espírito Santo por 30 dias.

A carga contratada de 2020 é 47,7 GW médios. A sobrecontração média da “distribuidora Brasil” está estimada em 115,8%, contra 106% em 2019. Com exceção da região Norte, as demais regiões apresentaram retração de consumo de pelo menos 10% durante o período de isolamento (21/03 a 19/6).

A boa notícia é que com o início das medidas de flexibilização do isolamento, o consumo de energia dá os primeiros sinais de recuperação. Após registrar quedas de 12,1% e 10,9% nos meses de abril e maio, respectivamente, em junho se verifica uma queda de 6% até o dia 19/6, restando contabilizar a última semana do mês. A expectativa é que essa queda de consumo fique entre 4 e 5% em junho.